"O Portal Top em Notícias do Sul”

SEGURANÇA: Governo apresenta proposta para negociação com servidores da Brigada - RS

25/10/2013 07:54

O Governo do Estado apresentou, nesta quinta-feira (24), formalmente aos servidores da Brigada Militar propostas que vão valorizar ainda mais a categoria.

As sugestões visam alterações nos planos de carreira e de salários e também no regime disciplinar.

Se aceitas, as modificações representarão, em oito anos (de 2011 a 2018), reajustes salariais de 245% para os soldados e de 151% para os tenentes. Para que as mudanças ocorram ainda em 2013, é preciso que os Projetos de Lei (PLs) sejam encaminhados em regime de urgência à Assembleia Legislativa até 12 de novembro deste ano. A proposta salarial visa criar como último posto da carreira dos praças, o de capitão administrativo, com o mesmo básico do capitão da carreira de nível superior.

Em 2011, o soldado tinha um básico de R$ 1.172,82. Se aceitar a proposta do Governo, com as progressões, ele poderá chegar a capitão administrativo, com um básico, em 2018, de R$ 10.937,17, mais as vantagens temporais.

"É um ganho real que a Brigada nunca teve. E não há nenhuma categoria do Estado que tenha recebido metade desse reajuste", destacou o Chefe da Casa Civil, Carlos Pestana. Os percentuais vão representar uma média de 14% ao ano. A Brigada Militar é uma das mais numerosas categorias do Estado.

 

CARREIRA

 

O Governo propõe a criação do posto de capitão administrativo, e defende que os praças com qualquer curso superior tenham mais possibilidade de ascender a tenente e chegar a capitão administrativo.

Os cursos de ascensão na carreira serão realizados de modo que 70% dos candidatos sejam selecionados pelo critério de mérito, sendo considerado qualquer curso superior, e 30% em razão do quesito de antiguidade. O aumento de idade para ingresso será 30 anos e para aposentadoria 60. Quanto ao regulamento, a proposta apresentada pelas entidades é pelo retorno ao Regulamento Disciplinar do Servidor Militar (RDSM), que passará a ser lei e extinguirá o atual Regulamento Disciplinar da Brigada Militar (RDBM).

A principal mudança, com isso, será a extinção das penas restritivas de liberdade e a constituição de um colegiado que irá julgar os recursos que são apresentados por servidores militares sobre punições sofridas. O Executivo concorda com a proposta, e encaminhará o Projeto de Lei à Assembleia Legislativa para tais alterações, se a categoria aceitar o conjunto das propostas.

 

CONQUISTAS

 

Até agora, muitas conquistas foram garantidas a esses servidores. Entre elas:

- aumento salarial de até 104% até 2014;

- mais de cinco mil promoções;

- admissão de mais de cinco mil soldados;

- reajuste da etapa-alimentação após 10 anos congelada;

- diárias de deslocamento a trabalho reajustadas em 115%;

- aumento da gratificação de incentivo de permanência e criação do abono ao servidor ferido em ação policial.

A continuidade do diálogo resultou na criação de um Grupo de Trabalho (GT) entre executivo e entidades de praças e tenentes com o acompanhamento da Associação dos Oficiais para debater o que é possível avançar ainda mais nas conquistas já alcançadas.

 

Veja no link a Proposta Apresentada (PDF)

 

CONFIRA TABELAS:

 

Os interstícios da carreira de nível médio serão alterados conforme o quadro abaixo:

 

Promoção Interstício Tempo médio de serviço(*)
Soldado para 2º Sargento  5 anos  6 anos
 2º Sargento para 1º Sargento  8 anos 13 anos
 1º Sargento para 1º Tenente  5 anos  18 anos
 1º Tenente para Capitão Administrativo  6 anos  24 anos
 Capitão Administrativo   -  26 anos

*Tempo efetivo de serviço Tabela atual da Carreira de Nível Superior (CNS)

 

Promoção  Interstício  Tempo Médio de Serviço*
 Capitão para Major  8 anos  10 anos
 Major para Ten. Coronel  8 anos  18 anos
 Ten. Coronel para Coronel  8 anos  26 anos
 Coronel  -  28 anos

*Tempo efetivo de serviço

 

Fonte:Governo do Estado do RS

Post. Eloídes Nunes.

Contato

TopSul Notícias - O Portal Top em Notícias do Sul!

topsulnoticias@gmail.com
topsulcrissiumalrs@gmail.com

Cel.: (55) 9.9148-8420

Pesquisar no site

-

www.topsulnoticias.com.br - TopSul Notícias.

© 2013 - 2017 - Todos os direitos reservados.