"O Portal Top em Notícias do Sul”

POLÍTICA: Ação culmina em condenação por uso da máquina pública e compra de votos - Passo Fundo - RS

30/08/2013 23:50

Após ajuizamento de representação do Ministério Público Eleitoral de Passo Fundo, a Justiça Eleitoral condenou o ex-Prefeito da cidade, Airton Langaro Dipp, o candidato à Prefeito, Renê Cecconello, o candidato a Vice, Cesar Raimundo Bilibio, a suplente de Vereadora Carina Mendes, por utilização da máquina pública com fins de arrecadação de votos. Segundo as investigações do Promotor de Justiça Eleitoral Marcelo Pires, máquinas da Prefeitura asfaltaram um terreno baldio, de propriedade particular, em benefício da candidatura de Renê Cecconello e Carina Mendes, com apoio do então Prefeito.
Os candidatos se reuniram com proprietários no Ginásio do Guri nos dias 17 e 18 de setembro e prometeram as obras de asfaltamento, conforme notícia veiculada no site da candidata. O serviço foi realizado por máquinas municipais nos dias 28 e 29 do mesmo mês, vésperas das eleições. A demanda, no entanto, existia desde agosto de 2008.
Os representados, bem como a Coligação Juntos Podemos Mais, foram condenados ao pagamento de multa superior a R$ 15 mil. A Justiça determinou a exclusão de Carina Mendes da lista de suplentes da Câmara de Vereadores, bem como a retirada das siglas componentes da Coligação do Fundo Partidário.
Além disso, a candidata à Vereadora Bruna Cristina de Almeida e o esposo dela, Gilmar Maier de Souza foram condenados em denúncia ajuizada pelo MPE por compra de votos. Conforme o Promotor de Justiça, por meio de escutas telefônicas autorizadas judicialmente, foi comprovada a negociação junto a 13 eleitores. Gilmar Maier atuou como cabo eleitoral da esposa e mediou a troca de votos por dinheiro, telhas e gasolina.
Gilmar Maier foi condenado a dois anos e seis meses de prisão e Bruna de Almeida a um ano e oito meses de reclusão, ambos no regime aberto. A pena restritiva de liberdade foi substituída por prestação de serviços à comunidade, na ordem de uma hora de tarefa para cada dia de condenação, e pagamento de multa de dez e seis salários mínimos, respectivamente. 

 

FONTE: MP - RS

Post. Eloídes Nunes.

Contato

TopSul Notícias - O Portal Top em Notícias do Sul!

topsulnoticias@gmail.com
topsulcrissiumalrs@gmail.com

Cel.: (55) 9.9148-8420

Pesquisar no site

-

www.topsulnoticias.com.br - TopSul Notícias.

© 2013 - 2017 - Todos os direitos reservados.