"O Portal Top em Notícias do Sul”

PLANTÃO POLICIAL: Fiz muita força para não desmaiar', diz ferida após explosão de secador - Rio Pardo - RS

12/11/2013 14:53

Dois dias após receber alta em Porto Alegre, a jovem que ficou ferida após a explosão de um secador de cabelos voltou para casa e descansa ao lado da família em Rio Pardo, no Rio Grande do Sul. Logo depois de prestar depoimento à polícia, Manuela Martins, de 19 anos, contou ao G1como foi o acidente. A jovem perdeu a visão do olho direito e também teve um dedo da mão e parte de outro amputados. A polícia ainda não tem suspeitos.

“Fiquei consciente o tempo todo, desde o momento que o secador explodiu. Lembro que fiz  muita força para não desmaiar. Tive medo de morrer”, recorda.

Manuela Martins trabalha como secretária em uma consultório médico no Centro de Rio Pardo e também presta serviços como cabeleireira no salão de beleza da mãe. Na última segunda-feira (4), um secador de cabelos foi deixado na clínica embalado para presente, endereçado à namorada do dono do estabelecimento. Ela entregou ao médico e ele pediu que ela testasse o aparelho. A explosão ocorreu quando a jovem tentou ligar o secador.

Manuela isenta o chefe de culpa e diz que ele ficou em estado de choque após a explosão. “O doutor ficou em choque, sentado na mesa dele. Ele me pediu para testar o secador porque eu também trabalho no salão de beleza da minha mãe e sei mexer nessas coisas. Foi tudo muito natural, ele não me obrigou a nada. Foi um favor, na verdade. Nossa relação sempre foi muito boa. Ele é uma pessoa muito boa”, destaca.

Segundo relato da jovem, o médico está acompanhando todos os passos da recuperação e ofereceu ajuda no que for necessário. “Ele já veio me visitar ontem (domingo). Inclusive me acompanhou e ofereceu ajuda quando fui fazer meus curativos no posto de saúde. O doutor está bem abatido, chorou bastante, me pediu desculpas”, diz.

Mesmo assim, Manuela tem certeza de que o acidente foi premeditado. “Com certeza foi. Não era para ser eu a atingida, mas quem fez isso não se importou muito a quem ia atingir. Quanto a isso não tenho dúvidas”, esclarece.

Ela também não se deixa desanimar e afirma que vai seguir uma vida normal assim que conseguir se recuperar das lesões. “A minha vida vai ser normal. Sei que vou ter todos os movimentos da mão… Perdi a visão do olho direito, mas consigo enxergar com o esquerdo. Vai ser normal”, ressalta.

 

Fonte:G1

Post. Eloídes Nunes.

Contato

TopSul Notícias - O Portal Top em Notícias do Sul!

topsulnoticias@gmail.com
topsulcrissiumalrs@gmail.com

Cel.: (55) 9.9148-8420

Pesquisar no site

-

www.topsulnoticias.com.br - TopSul Notícias.

© 2013 - 2017 - Todos os direitos reservados.